26 de mar de 2007

PARA QUE ESTOU NA VIDA? - SO THAT I AM IN THE LIFE?



É bom que de vez em quando você se faça esta pergunta:

PARA QUE ESTOU NA VIDA?


Talvez você não se faça esta pergunta, temendo que ela lhe tire o sono. Posso lhe garantir que é exatamente o contrário.


Quando alguém não sabe, com toda a certeza, para que está no mundo, certamente não tem a paz suficiente para conciliar o sono; pelo menos um sono reparador.


Ao passo que, quando temos o horizonte resplandescente, quando sabemos com toda a certeza donde vimos e para onde vamos, então a tranqüilidade do espírito passa para o próprio corpo e este pode entregar-se ao descanso e usufruir dele de um modo mais profundo e reparador.


É preciso fixar-se metas, olhar para o futuro e não asfixiar-se com as limitações do presente.


É preciso lembrar que acima da terra se acha o céu; e o azul do firmamento é sempre mais lindo que a cor da terra.


Uma semana de paz pra você.   


 


It is good that once in a while you are asked this question: 
 
SO THAT I AM IN THE LIFE? 
 
Maybe you are not asked this question, fearing that she removes your the sleep. I can guarantee  that it is exactly the opposite. 
 
When somebody doesn't know, with the whole certainty, so that it is in the world, certainly he doesn't have the enough peace to reconcile the sleep; at least a reparative sleep. 
 
While, when we know with the whole certainty from where saw and where we go, then the peacefulness of the spirit passes for the own body and this can surrender to the rest and to enjoy of him in a deeper and reparative way. 
 
It is necessary to fasten put her, to look for the future and not to suffocate with the limitations of the present. 
 
It is necessary to remind that above the earth is the sky; and the blue of the firmament is always more beautiful than the color of the earth. 
 
A week of peace for you.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Volte sempre!