14 de nov de 2010

CONTINUAR NAVEGANDO


 

Nossa existência lembra o riacho buscando o mar.
Surgem pedras, barreiras e obstáculos.
Riacho inteligente contorna, assimila, passa por cima,
passa por baixo sempre encontrando um jeito de prosseguir,
porque o mar é seu endereço final.
Riacho bobo fica rodeando a pedra.

O rio atinge suas metas porque
aprende a superar dificuldades.

Continuar navegando é perseverar
quando a maioria desiste.
É chutar longe a tristeza fazendo
um pacto sagrado com a paz.

Continuar navegando é construir
templos de fraternidade com as pedras
que jogam em nossos telhados.
É suar a camiseta quando a maioria
já saiu de campo.
É recomeçar cada dia mesmo que seja
sobre ruínas e cinzas fazendo da vida uma prece.

Continuar navegando é
Falar palavras mansas.. florir ternura.. onde outros praguejam.
É dar voto de confiança onde a maioria
descrê e se acovarda.
É retornar às fontes da simplicidade.
Sempre e em tudo com a profunda vontade de
SER, CANTAR, CRESCER, SERVIR e AMAR



2 comentários:

  1. Lindo Lecir! Continue inspirando nossas vidas

    ResponderExcluir
  2. Olá, José Eduardo.
    Obrigada por vir e também por deixar sempre uma palavra de apoio e carinho.

    Navegar é preciso...
    Bjs

    Lecir

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar. Volte sempre!